Visão de Portugal #70 - Fight Owens Fight

Bem-vindos a mais uma Visão de Portugal!
Kevin Owens foi, provavelmente, o nome mais falado ultimamente, devido à sua conquista do Universal Champion. 
Decidi fazer um artigo unicamente dedicado a Owens e ao rumo que o levou até à maior conquista da sua carreira.

Kevin Owens, conhecido pelos fãs mais antigos como Kevin Steen, está na WWE há apenas dois anos, mas a sua carreira já conta com doze anos de muitas conquistas. Steen, em mais de uma década de carreira, já passou pelas mais conhecidas empresas de wrestling, como a CZW, a Pro Wrestling Guerrilla e a Ring of Honor.

Conta também com imensas conquistas importantes. Já foi três vezes PWG World Champion, uma vez ROH Champion, uma vez NXT Champion, duas vezes Intercontinental Champion e, o seu mais recente triunfo, o Universal Champion. Já deteve outros títulos de menor gabarito e não contei com as vezes que foi campeão de Tag Team na ROH e na PWG. Como se isto não bastasse, a Wrestling Observer Newsletter atribuiu-lhe duas vezes a Melhor Brawler do ano (2010 e 2011) e a melhor rivalidade do ano, juntamente com El Generico/Sami Zayn (2010).

Ao longo dos anos tem vindo a ganhar cada vez mais fãs do seu trabalho. Isso deve-se, principalmente, ao seu empenho, paixão e dedicação dentro de ringue. Eu sou um dos apreciadores do Steen. Já o acompanho desde 2013 e, para mim, este é um dos wrestlers mais carismáticos e dos heel's mais geniais da atualidade.

A sua eterna rivalidade com Sami Zayn tem sido uma mais-valia para o seu percurso. Rivalizaram na Ring of Honor, no NXT e, mais recentemente, no Main Roster da WWE. Acredito profundamente que estes sejam os melhores amigos na vida real, mas, por se conhecerem tão bem, é uma mais-valia para qualquer fã vê-los trabalhar juntos dentro de ringue.

Como fã fiquei muito contente quando a WWE confirmou a contratação de Steen. Ele estava muito bem nas Indies mas o seu trabalho precisava de mais reconhecimento e combater na maior empresa de wrestling do mundo era a oportunidade que ele precisava.

Logo cedo mostrou o seu valor aos que não o conheciam, tanto nas promos como em ringue. Foi noticiado que Triple H queria fazer uma forte aposta em Kevin Owens e que iria fazer dele um dos maiores heel's da atualidade, parece que ainda hoje se confirma essas noticias.

Aliás numa entrevista dada ao Canadiens Magazine, Owens contou a história da sua contratação e como Triple H influenciou a decisão a seu favor. Estas foram as palavras de Owens:

“Triple H contratou-me. Quando chegou a altura de vir para a WWE, ouvi dizer que quatro ou cinco pessoas tinham voto no assunto da minha contratação. A votação estava num empate, até que Triple H decidiu votar a favor da minha contratação. Ele deu-me uma oportunidade. Ele estava disposto a correr o risco de me contratar mesmo sabendo que, fisicamente, não cumpro os requisitos normalmente exigidos a uma estrela da WWE. 

Desde que o começámos a trabalhar juntos que nos aproximamos mais. Ele ajuda-me em tudo o que pode, tal como faz com toda a gente. As nossas conversas não se limitam ao wrestling, visto que ambos temos crianças pequenas em casa à nossa espera. O que interessa é que posso contar com ele. Acompanhei a carreira dele quando era mais jovem. Cheguei mesmo a ir ao Bell Centre para o ver lutar ao vivo. Ele foi quem me motivou.”

É óbvio que Triple H tem olho para o negócio e sabe bem aquilo que faz e as decisões que toma. Apostar num wrestler com a estrutura de Owens é, de facto, arriscado para aquilo que a WWE tem mostrado como ideal. Felizmente o Game não se enganou. 

Há quem diga que a sua subida ao Main Roster foi muito mal conseguida. Discordo. Claro que perder a primeira rivalidade é sempre mau, mas contra o John Cena só é possível sair a ganhar. Se tivesse vencido a rivalidade teria sido genial mas não foi isso que aconteceu e não foi por isso que este foi "enterrado" pela cara da empresa, até pelo contrário, se está onde está também se deve ao impacto que teve desde a sua estreia no plantel principal.

Acho que todos podemos concordar que Owens não foi, de todo, uma má aposta da parte de Triple H. Foi um excelente detentor de todos os títulos que conquistou desde a sua chegada à WWE.

Os seus dois reinados com o Intercontinental Championship não foram muito longos mas ambos serviram para mostrar que Owens não estava na WWE para ser um mid-carder com rivalidades vulgares.

A sua excelente rivalidade com Sami Zayn também serviu para o fazer chegar onde está atualmente. Saiu vencedor da rivalidade? Não. Saiu desvalorizado? Não. Foi genial da parte dos criativos, neste momento tanto Zayn como Owens são dos wrestlers mais valorizados do Raw e ambos os percursos não foram apenas feitos de conquistas.

Com a sua mais recente parceria com Chris Jericho ninguém acreditava que Owens iria ser a próxima grande aposta, e talvez até nem estivesse nos planos dos criativos apostar nele, mas o que é certo é que, devido à lesão de Finn Bálor, conseguiu realizar o maior momento de toda a sua carreira.

Aquele momento em que ele venceu o Universal Championship foi absolutamente genial, arrisco-me até a dizer que foi das melhores decisões criativas que a WWE tomou na última década. Não estava mesmo nada à espera que Triple H fosse trair Seth Rollins e ajudasse Owens, nunca me passou pela cabeça sequer. Sinceramente não percebi se o objetivo desta vitória foi valorizar Owens e o novo título ou se foi apenas uma forma épica de começar uma rivalidade entre Rollins e Triple H. Espero que a WWE seja inteligente e consiga dar destaque a ambas. 

A meu ver foi mais que merecido. Já são muitos anos na indústria e pouca valorização do seu trabalho. Quer se goste ou não, ele é dos melhores profissionais que passaram no mundo do wrestling nos últimos anos e merece valor por isso. Espero, profundamente, que esta seja apenas mais uma grande vitórias de muitas que estarão para vir.

Fight, Owens, Fight!


Tenham uma boa semana, até à próxima Visão de Portugal!


Compartilhar:

  • Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
    Veuillez activer / Por favor activa el Javascript!Clique aqui e acesse nossa página no facebook