Análise de Portugal #4 - Os dez melhores combates da ROH em 2017

Young Bucks tiveram um 2017 memorável
Concluído 2017 no que a iPPV’s da ROH diz respeito, apresentamos a nossa seleção das dez melhores contendas do ano que está prestes a terminar, contabilizando apenas aquelas que ocorreram em eventos especiais. Os Young Bucks, equipa dos irmãos Matt e Nick Jackson, foi a que deu mais espetáculo, ao aparecer por cinco vezes numa lista que conta com sete combates de tag team. Os Hardys (Matt e Jeff), Roppongi Vice (Beretta e Rocky Romero) e Christopher Daniels são alguns dos nomes com direito a duas citações.


#10
ROH World Championship:
Christopher Daniels (c) vs. Cody
Combate animado, entre dois lutadores já com uma longa e vasta experiência. A dada altura, o árbitro é atingido e o duelo persegue sem que haja alguém a ajuizá-lo, o que proporcionou alguns momentos interessantes, de situações que podiam sentenciar a contenda.
Com uma toada dividida, ambos tiveram oportunidade para brilhar. Cody aplicou um Cutter em cima de uma cadeira. Minutos depois, Daniels projetou-o para cima de uma mesa.
Cody conseguiu executar o Cross Rhodes, mas o efeito não foi além da near fall. Ainda assim, o filho de Dusty Rhodes não se foi abaixo, evitando os principais golpes de Daniels e aplicando mais um Cross Rhodes vitorioso.
Vencedor: Cody (novo campeão)
Nota David Pereira: 7,5/10
Nota Dave Meltzer: 3,5/5



#9
ROH World Championship:
Adam Cole (c) vs. Christopher Daniels
Combate levado com calma, mas ao mesmo tempo com agressividade. Exemplo disso foi o blade job de Christopher Daniels, ao ir contra um dos postes após um pontapé de Adam Cole.
Esse acontecimento proporcionou a Cole assumir o controlo das operações durante vários minutos, ainda que aqui e ali se tivesse assustado devido a atos negligentes, gerados pelo excesso de confiança.
Christopher Daniels, por sua vez, ia tentando de tudo sempre que via uma aberta. Roubou o Last Shot a Adam Cole, lembrou AJ Styles com o Styles Clash e ainda executou o seu clássico Angel Wings. Em nenhum dos casos alcançou o triunfo.
A dada altura, o árbitro ficou KO e Kazarian apareceu em ringue, aparentemente para atacar Daniels. Apenas aparentemente. Kazarian trocou as voltas a Adam Cole, e Daniels aproveitou para executar três Best Moonsault Ever consecutivos, conseguindo depois o pin fall vitorioso e a consequente conquista de título.
Vencedor: Christopher Daniels (novo campeão)
Nota David Pereira: 7,5/10
Nota Dave Meltzer: 3,75/5



#8
Jay White vs. Will Ospreay
Início de combate a todo o gás, com troca de strikes e ritmo frenético. Essa acabou por ser um pouco a toada de todo o duelo, num espetáculo que agradou muito aos fãs, até pela capacidade atlética e técnica demonstrada.
Depois de vários reverses incríveis e golpes de alto impacto, a vitória acabou por sorrir a Will Ospreay, após um OsCutter.
Vencedor: Will Ospreay
Nota David Pereira: 7,5/10
Nota Dave Meltzer: 4,5/5



#7
No DQ match pelo ROH World 6-Man Tag Team Championship:
Bully Ray & The Briscoes (Mark e Jay Briscoe) (c) vs. CHAOS (Hirooki Goto e Roppongi Vice [Beretta & Rocky Romero])
Combate caótico, pelo elevado número de lutadores envolvidos e pela estipulação, que convidou à entrada de objetos no ringue, nomeadamente cadeiras.
Apesar do perfil mais extremista fazer adivinhar uma melhor adaptação ao combate, Bully Ray e os Briscoes sentiram grandes dificuldades, uma vez que estiveram sob controlo dos CHAOS durante grande parte do tempo.
Na reta final, contudo, os campeões deram a volta a introduziram uma mesa ao espetáculo, sob cânticos de ECW. Bully Ray plantou Beretta nela e, juntamente com os Briscoes, aplicou um 3D em Rocky Romero para assegurar a vitória.
Vencedores: Bully Ray & The Briscoes (Mark e Jay Briscoe)
Nota David Pereira: 8/10
Nota Dave Meltzer: 3,5/5



#6
ROH World Tag Team Championship:
The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) (c) vs. Los Ingobernables De Japon (BUSHI e Tetsuya Naito)
Combate muito entretido, como até já era esperado. Entre voos, golpes espetaculares, Superkicks e muita emoção, os Young Bucks alcançaram o triunfo após um Meltzer Driver.
Vencedores: The Young Bucks (Matt e Nick Jackson)
Nota David Pereira: 8/10
Nota Dave Meltzer: 4/5



#5
Dragon Lee e Jay White vs. Volador Jr. e Will Ospreay
Combate disputado a um ritmo alto, com muitas acrobacias, ao estilo lucha libre. Teve os seus spots marcantes, mas sem ser spot fest. Porém, para manchar o pano, Volador Jr. cometeu um pequeno botch no golpe que sentenciou o combate, ao aplicar um Super Hurricanrana imperfeito com Jay White. 
Vencedores: Volador Jr. e Will Ospreay
Nota David Pereira: 8/10
Nota Dave Meltzer: 4,25/5



#4
ROH World 6-Man Tag Team Championship:
The Hung Bucks (Adam Page, Matt Jackson e Nick Jackson) (c) vs. Dragon Lee, Flip Gordon e Titán
Combate repleto de ação veloz e furiosa, embora por vezes um pouco espalhafatosa. Uma contenda de wrestling deve estar pré-programada, não pré-coreografada.
Ainda assim, um belíssimo espetáculo sem dúvida alguma, recheada de golpes inovadores de outros que não perdem a beleza com o passar dos anos, integrados num contexto que lhes confere alguma lógica.
Com este tipo de wrestlers, não se luta só com o intuito de chegar à vitória, mas sobretudo pela oportunidade de brilhar e proporcionar espetáculo. Seguindo essa ideia, os Hung Bucks chegaram ao triunfo após um double Indytaker que promete tornar-se viral.
Vencedor: The Hung Bucks (Adam Page, Matt Jackson e Nick Jackson)
Nota David Pereira: 8/10
Nota Dave Meltzer: 4,25/5



#3
Three Way Tornado Tag Team match pelo ROH World Tag Team Championship:
The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) (c) vs. War Machine (Raymond Rowe e Hanson) vs. The Best Friends (Chuckie T e Trent Beretta)
Os Best Friends apareceram e tornaram o que era suposto ser um normal tag team match num three way tornado tag team match. Basicamente, um autêntico caos, num combate também marcado por imensos golpes aéreos.
Os War Machine e os Best Friends estiveram perto da vitória, mas foram os campeões a triunfar no meio da confusão.
Vencedores: The Young Bucks (Matt e Nick Jackson)
Nota David Pereira: 8/10
Nota Dave Meltzer: 4,5/5



#2
Ladder match pelo ROH World Tag Team Championship:
The Hardys (Jeff e Matt Hardy) (c) vs. The Young Bucks (Matt e Nick Jackson)
Autêntico dream match em perspetiva, entre duas equipas que marcam o passado e o presente do tag team wrestling. Os Hardys enfrentavam aqui uma versão moderna deles, naquele que seria o primeiro e de dois ladder matches em dois dias para eles…
Os Hardys deram o mote ao fazer Matt Jackson atravessar uma mesa, e os Young Bucks resolveram não ficar atrás ao atingir Jeff Hardy com um escadote e depois plantá-lo numa mesa, através de um 450 Splash de Nick.
Ainda sem vencedores apurados, as duas equipas continuaram a infligir danos. Os Hardys projetaram Nick num escadote, partindo-o. Matt Jackson respondeu com um Springboard DDT em Jeff Hardy, que embateu com a cabeça na borda do ringue. Apesar do caos já instalado, a carnificina tornou-se cada vez maior, com um dos Young Bucks a mergulhar sobre Jeff Hardy, que estava deitado numa mesa, fora do ringue.
Minutos depois, após algumas tentativas de retirar os cintos do gancho, Matt Hardy atirou Matt Jackson do topo de um escadote para cima de uma mesa fora do ringue. Passado algum tempo, com os quatro no ringue, os Bucks e Jeff Hardy voltaram a ser plantados em mesas fora do squared circle.
De novo no ringue, com os quatro no topo de escadotes, ambos os membros dos Young Bucks acertaram nos adversários com Superkicks, deitando-os ao tapete e aproveitando para capturar os títulos. Wow!
Fora alguma falta de selling aqui e ali, uma vez que houve bumps em mesas de perder a conta, e falta de explicação para as mesas aparecerem montadas sem algum dos lutadores a montar, foi uma contenda brutal.
Vencedores: The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) (novos campeões)
Nota David Pereira: 9/10
Nota Dave Meltzer: 4,5/5



#1
Las Vegas Triple Threat Street Fight pelo ROH World Tag Team Championship:
The Hardys (Matt e Jeff) (c) vs. The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) vs. Roppongi Vice (Beretta e Rocky Romero)
Finalmente, em PPV, The Hardys vs. The Mini-Hardys [The Young Bucks], ainda que com os Roppongi Vice pelo meio. Se adicionarmos a qualidade e estilo das duas equipas a uma estipulação que contempla falta de regras, o espetáculo é garantido, e foi isso que aconteceu. No entanto, também convém salientar que os Roppongi Vice deram o seu contributo uma luta de qualidade.
Os Young Bucks e os Hardys estiveram bastante perto de vencer, mas os Roppongi Vice ameaçaram causar surpresa quando Rocky Romero cobriu um braço de uma mangueira recheada de pioneses e desatou às Clotheslines nos adversários. 
Os Young Bucks voltaram a estar em alta quando plantaram Beretta e posteriormente Romero em cima de pioneses, mas os Hardys impediram que a contenda tivesse terminado aí. Jeff e Matt apareceram em grande na fase final e acabaram por vencer após um Swanton Bomb de Jeff Hardy, do topo do escadote, em Beretta, que estava deitado numa mesa.
Vencedor: The Hardys (Matt e Jeff)
Nota David Pereira: 9,5/10
Nota Dave Meltzer: 4,5/5










Nenhum comentário

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript!CLIQUE AQUI E CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK